Bolo Mármore Veganito


Sei que não tenho vindo aqui escrever as últimas receitas que tenho feito e postado no facebook do blog, mas a minha vida tem dado uma enorme reviravolta e por alguns contratempos e factores pessoais, não me tem sido possível vir aqui com a atenção que vocês todos que me seguem merecem.

Mas com empenho, força e convicção que tudo vai melhorar, aqui estou eu com mais uma receitinha, daquelas doces e boas que todos nós gostamos de saborear de vez em quando, que é um bolo mármore veganito. 

O meu filho fez 6 anos na semana passada, dia 9 de Junho (adoro este número ❤) e como tal, não podia deixar passar esta data sem fazer um bolinho para cantarmos os parabéns na escola juntamente com os seus amiguinhos e a educadora. 

Decidi fazer um bolo diferente mas que todas as crianças pudessem gostar, saborear e ficarem felizes por poderem comemorar com o meu filhote e ainda por cima um bolo vegetariano sem ovos, leites e seus derivados, totalmente nutritivo e saudável.



Claro que é sempre difícil agradar a todos, porque as crianças hoje em dia, tal como bem sabemos, estão muito habituadas aos açucares refinados, doces e gomas sem qualquer ingrediente benéfico para a sua saúde.

Quando chego à escola mal entro na sala, vejo logo umas 15 crianças todas contentes por verem o bolo, disseram que estava muito bonito e que devia ser delicioso. 

Cantámos todos os parabéns e quando começo a cortar as fatias para entregar a cada um dos petizes, dou por mim rodeada de criançada a querer repetir duas e três vezes as fatias do bolinho.

São crianças habituadas ao açucar processado, às gomas, aos chocolates, aos danoninhos e manhãzitos e todos os "itos" que existem em todos os hipermercados. 

Como tal, foi para mim, um misto de sensações como gratidão, amor e felicidade quando vejo que gostaram verdadeiramente e um dos melhores amigos do meu filho vem ter comigo e diz: "Mãe do Miguel, foi o melhor bolo que comi em toda a minha vida"...ahahahah...( sendo que tem 6 anos e uma vida inteira pela frente para provar bolos)

O meu filhote ficou muito feliz pelos amigos gostarem do bolo da mãe e acabou por dizer no final: " Mãe sabes uma coisa?! Diz filho: "Eu adoro ser vegetariano". 


E só por este comentário, já valeu a pena todo o esforço para fazer um bolo de aniversário que todos pudessem comer e gostar. 



Ingredientes:

2 chávenas farinha de espelta integral 

300 g farinha de côco biológico

6 colheres de sopa de cacau em pó biológico

30 tâmaras medjool demolhadas em água morna durante 30 minutos

180 ml óleo de côco

1 chávena e meia de água à temperatura ambiente

1 chávena e meia de leite de côco biológico

6 gotas essência de baunilha

2 colheres sopa de fermento em pó


Cobertura:

150g de castanhas de caju demolhadas em água de véspera

10 morangos biológicos

150 ml de leite de côco

xarope de ácer q.b.

morangos e mirtilos para decorar



Preparação:

Comece por pré aquecer o forno a 170º. 

Retirar a água da demolha das tâmaras e secar com um pano fino o excesso de água. 

Levar a farinha de espelta integral com as tâmaras até um processador ou na bimby e triturar esta mistura durante 1 minuto na vel 9. 

Numa taça grande juntar este preparado com a farinha de côco, o óleo de côco, a água morna, o leite de côco e a essência de baunilha. 

Mexer com a vara de arames até ficar uma massa uniforme. 

Antes de colocar o fermento adicione o cacau em pó e mexa com uma colher para ficar com o efeito de mármore. 

E só por último deve juntar o fermento e mexer apenas para misturar todos os ingredientes. 

Colocar a mistura numa forma alta com furo no centro, untada com óleo de côco e levar ao forno a 180º por cerca de 40 minutos aproximadamente. 

Dependendo do forno deverá ficar pronto quando fizerem o teste do palito e sair limpinho.

Para fazer a cobertura, basta colocar num processador os cajus com o leite de côco e triturar muito bem uns minutos até ficar um créme homogéneo. Adicionar os morangos mais o xarope de ácer e processar mais um pouco.

Quando o bolo estiver à temperatura ambiente cobrir com o créme de cajus e decorar com morangos, mirtilos e chocolate derretido por cima.



P.S Podem substituir as tâmaras por açúcar mascavado ou açúcar de tâmaras. E ainda substituir o cacau em pó por farinha de alfarroba. Vai depender do gosto de cada um. O bolo cresceu muito porque fiz numa forma alta com furo no meio. No entanto, já testei com outro tipo de formas e deu bom resultado mas pode é não crescer tanto como foi neste caso. Podem também substituir o leite de côco da cobertura por água e fazer com natas vegetais em vez de castanhas de cajú.

Sem comentários:

Enviar um comentário